OS ESTADUAIS E SUA IMPORTÂNCIA

Compartilhe

Os campeonatos estaduais seguem a pleno vapor. Hoje, muitos defendem a sua extinção ou o seu uso como pré-temporada. Mas, na prática, esse discurso, que retira a importância dessas competições, não é bem assim. Nos primeiros maus resultados há cobrança e a troca de treinadores, como ocorreu no Fluminense.

Os estaduais, além da rivalidade entre os clubes, servem também para que os grandes descubram e pincem novos valores entre os pequenos, que – sem essas competições – não sobrevivem.

Em vez de extinção, precisam de adequação. Como exemplo, Ronaldo Fenômeno surgiu no São Cristóvão; Romário, foi pinçado da base do Olaria para a do Vasco.

O falta é planejamento. Como acontece com o problema dos estádios, no Rio de Janeiro. Desde 2009, já sabiam que o Maracanã e o Engenhão estariam fechados. Nenhuma equipe se planejou, tomou providências nesse sentido. Agora, criticam ter que jogar em outras praças.

Por falar em estádios, sempre criticamos os altos preços dos ingressos e o afastamento do povo dos estádios. Na contramão dessa ordem, mesmo que seja no discurso, o Vasco da Gama mais uma vez procura inovar com a inclusão social no esporte.

O clube estuda uma fórmula inédita no futebol: criar cotas de ingressos para a população de baixa renda em seus jogos. Não se sabe como isso será feito, mas a iniciativa é louvável. Vamos torcer para que saia do papel.

Esse é só o início da temporada. Vamos torcer por golaços, novos talentos e muita emoção.

 

JOSÉ CARLOS ARAÚJO


Compartilhe

Deixe seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *